21/03/10

Nas bocas do mundo

São expressões, idiomáticas algumas, mas não idiotismos, típicas certas delas da nossa língua. Explica-se a sua origem e fundamento. Aprendi no livro que andar em fila indiana decorreria de uma táctica dos índios - não dos indianos - que «caminhavam em fila para disfarçar o número dos elementos do grupo». É que «se fossem seguidos, como perseguidor apenas veria uma fileira de pegadas, não saberia qual a quantidade de homens do grupo».
O autor de Nas Bocas do Mundo é Sérgio Luís de Carvalho. Escreveu vários romances, o último em 2009, O Destino do Capitão Blanc. Resolveu-se a escrever esta obra porque viu o Nuno Rogeiro na TV a dizer «a presença de tos esses metecos é uma verdadeira espada de Dâmocles sobre a democracia francesa». Perguntou-se «quantas pessoas teriam percebido essa frase». E o mais também.
 
Subscribe to updates